Show simple item record

dc.contributor.advisorDennison de Oliveirapt_BR
dc.contributor.authorPoli, Jacipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2019-11-20T16:20:46Z
dc.date.available2019-11-20T16:20:46Z
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/24173
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Dennison de Oliveirapt_BR
dc.descriptionCoorientador :pt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa: Curitiba, 07/12/2009pt_BR
dc.descriptionBibliografia: 184-186pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração :pt_BR
dc.description.abstractResumo: O conflito agrário, que provocou o confronto armado de 1957 no Sudoeste do Paraná, faz parte da Questão Agrária, cujas bases históricas podem ser encontradas na Inglaterra, na França e nos Estados Unidos e que influenciaram na configuração da sua problemática no Brasil, no Estado do Paraná e no Sudoeste. Este trabalho busca compreender como a ação do governo brasileiro influenciou na solução do conflito agrário, depois de encerrado o confronto armado, do qual os Posseiros saíram vitoriosos. A constituição do Grupo Executivo para as Terras do Sudoeste do Paraná – GETSOP garantiu a regularização fundiária, materializando o desejo do poder público de titular os posseiros e de implantar a infra-estrutura para inserir a região na economia brasileira. Sob o ponto de vista dos posseiros houve a consolidação da vitória pela conquista da propriedade da terra, garantindo segurança e confiança no seu futuro e dos seus filhos. É a partir desses atores que este trabalho buscará demonstrar, sob dois olhares diferentes, o significado da solução quando se trata da questão agrária.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The agrarian conflict that caused the armed confrontation of 1957, Southwest in Parana, is part of the Agrarian Question whose historical basis can be found in England, France and the United States and influenced the configuration of your problem in Brazil, in Parana state and the Southwest . This paper seeks to understand the solution to the agrarian conflict after cessation of armed confrontation, in which the settlers were victorious. The constitution of the Executive to the Lands Southwest of Paraná - GETSOP secured land use regulation, materializing the government's desire to hold the squatters, to deploy the nfrastructure and public services to insert the region in the Brazilian economy. Through the vision of the squatters was the consolidation of the victory by land ownership, security and confidence that the conquest of the land would ensure their future and their children.pt_BR
dc.format.extent187f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Históriapt_BR
dc.subjectPosse da terra - Paraná - Históriapt_BR
dc.subjectColonização agraria - Paranápt_BR
dc.subjectPosseirospt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleDa posse para a propriedade da terra no Sudoeste do Paraná (1962-1973).pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record