Show simple item record

dc.contributor.authorSbrissia, Rita Christiannept_BR
dc.contributor.otherFernandes, Cristovao Vicente Scapulatempopt_BR
dc.contributor.otherBraga, Maria Cristina Borba, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambientalpt_BR
dc.date.accessioned2010-08-18T13:12:52Z
dc.date.available2010-08-18T13:12:52Z
dc.date.issued2010-08-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24169
dc.description.abstractResumo: A produção de energia elétrica a partir de usinas hidrelétricas foi considerada por muito tempo uma forma de produção limpa e renovável. A partir da década de noventa, começaram a aparecer vidências, em alguns estudos, sugerindo que os reservatórios de usinas hidrelétricas poderiam ser emissores potenciais de gases de efeito estufa. Este fato se tornou um forte argumento contra a construção de novas barragens. Portanto, para poder justificar novos projetos de usinas hidrelétricas deve-se mostrar, entre outros aspectos, que esta é a melhor solução em termos ambientais para uma dada capacidade instalada, e o potencial de redução de gases de efeito estufa em relação a outras fontes de energia deve ser demonstrado. No entanto, muitas pesquisas realizadas com este objetivo fundamentam seu procedimento metodológico para o monitoramento dos gases de efeito estufa sem con iderar os aspectos do ciclo da matéria orgânica no reservatório e sua sinergia com as dinâmicas dos processos que compõe uma bacia hidrográfica. Este trabalho se insere dentro deste contexto, com o objetivo de desenvolver um método baseado no balanço de carbono do reservatório de uma pequena central hidrelétrica, PCH Salto Natal localizada em Campo Mourão – PR, para estimar as emissões de gases de efeito estufa, metano e dióxido de carbono. Além disso, avaliar também, através das frações de balanço de massa de carbono se o reservatório é fonte ou sumidouro de carbono, e se é autotrófico ou heterotrófico. Os resultados para o estudo de caso mostraram que o reservatório da PCH Salto Natal, para as condições de carga identificadas no monitoramento, é emissor de dióxido de carbono, heterotrófico e també que não emite metano.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleModelagem das espécies de carbono na coluna de água e predição de gases de efeito estufa em reservatóriospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record