Show simple item record

dc.contributor.authorSalvalaggio, Marina de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherGanter, Joana Lea Meira Silveira, 1962-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Bioquímicapt_BR
dc.date.accessioned2010-07-28T13:18:55Z
dc.date.available2010-07-28T13:18:55Z
dc.date.issued2010-07-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24151
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar os processos diretos e seqüenciais nos tempos de 1, 2, 3, 4, 6, 24 e 48 horas das extrações de galactomananas de sementes de bracatinga – GM (Mimosa scabrella), barbatimão – GS (Stryphnodendron adstringens) e guapuruvu – GG (Schizolobium parahybae). A eficiência das extrações foi avaliada através das análises por cromatografia de exclusão estérica de alta performance (HPSEC) acoplada aos detectores de espalhamento de luz laser com multiângulos (MALLS), índice de refração (RI) e viscosimétrico (VIS), (HPSECMALLS/ IR/VIS). As extrações diretas de alactomananas de bracatinga apresentaram relação manose:galactose que variou de 1,1:1 a 1,2:1, para os polissacarídeos de barbatimão a variação foi de 2,0:1 a 2,6:1, enquanto para as extrações de uapuruvu a variação foi de 2,2:1 a 2,6:1. Para as extrações seqüenciais, a variação de galactomananas de bracatinga foi de 1,1:1 a 1,2:1, as galactomananas de barbatimão variaram de 2,0:1 a 2,3:1 e para os polissacarídeos de guapuruvu a variação ocorreu entre 2,5:1 e 4,2:1. As extrações diretas correspondentes aos tempos de 1 hora (GM1d), 6 horas (GS6d) e 2 horas (GG2d) para bracatinga, barbatimão e uapuruvu, respectivamente, foram as frações que apresentaram a melhor eficiência nos processos de extração, considerando rendimento e resultados obtidos por HPSECMALLS/ RI/VIS, tais como massa molecular ponderal média (Mw), índice de polidispersão (Mw/Mn), raio de giro (Rg), taxa de recuperação (%) e viscosidade intrínseca ([]w). Os rendimentos e valores de Mw das extrações escolhidas resultaram em 22,2% e 1,08x106 g/mol, 18,3% e 1,15x106 g/mol e 24,9% e 0,94x106 g/mol respectivamente para GM1d, GS6d e GG2d. Os valores de Mw encontrados corresponderam aos maiores valores de Rg e []w na maioria das extrações analisadas. As distribuições de massas moleculares apresentaram concordância com os resultados de Mw, pois evidenciaram elevadas massas moleculares nos tempos iniciais e degradação principalmente nos tempos de 24 e 48 horas de extração. Os resultados para as extrações diretas de 24 horas apresentaram as variações de 1,5x105 a 7x106 g/mol para bracatinga, 9x104 a 5,5x106 g/mol para barbatimão e 2x104 a 3x106 g/mol para guapuruvu. Os resultados obtidos permitiram verificar que cada fonte vegetal de galactomanana apresenta um tempo de extração direta eficaz relativa ao rendimento, ao comportamento macromolecular em solução e às características físico-químicas. Os resultados também favoreceram a aplicação industrial desses polissacarídeos como potenciais fontes de galactomananas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleGalactomananas de sementes de espécies brasileiraspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record