Show simple item record

dc.contributor.authorBarboza, Carlos Alberto de Mourapt_BR
dc.contributor.otherLana, Paulo da Cunha, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2010-07-08T10:52:42Z
dc.date.available2010-07-08T10:52:42Z
dc.date.issued2010-07-08
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24078
dc.description.abstractResumo: A urbanização, as atividades agrícolas e portuárias são fontes potenciais de contaminação de regiões costeiras e transicionais. Este estudo objetivou avaliar as respostas biológicas das associações de ofiuróides a um gradiente de contaminação ambiental com aproximadamente 12 km lineares desde o Rio Itiberê, que desemboca no início do Canal da Cotinga, até a foz do Rio Maciel, localizada próxima à desembocadura da Baía de Paranaguá. O delineamento amostral hierárquico (ANOVA nested) estimou as escalas de variação da fauna de ofiuróides na escala de quilômetros (setores, n=3), centenas de metros (locais, n=3), dezenas de metros (pontos, n=3) e centímetros (réplicas n=5), em duas campanhas, inverno (agosto de 2008) e verão (março de 2009). Todos os fatores foram considerados aleatórios. Os locais próximos a Paranaguá (setor interno) foram caracterizados por elevadas concentrações de esteróides fecais, alta atividade bacteriana e evidências de hipoxia, configurando um nítido gradiente de contaminação. A densidade de ofiuróides, a densidade da espécie numericamente dominante Amphipholis januarii e o número de espécies de ofiuróides foram inferiores no setor interno. A associação de ofiuróides variou em todas as escalas espaciais amostradas, orrelacionando-se positivamente com maiores teores de Ca CO3, maior salinidade e menores concentrações de E. coli e coprostanol no sedimento. As associações de ofiuróides foram influenciadas na escala de quilômetros pela contaminação por esgotos, teores de Ca CO3 e matéria orgânica, e nas escalas de centenas e dezenas de metros pelas características do sedimento. O estudo mostrou que o gradiente de contaminação e o gradiente ambiental de background são forçantes igualmente importantes para explicar as variações na composição e densidade de associações de fiuróides no subestuário da Cotinga.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleVariabilidade espacial das associações de ofiuróides ao longo de um gradiente de contaminação no canal da cotinga , Baía de Paranaguá, Paranápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record