Show simple item record

dc.contributor.authorRuthes, Andrea Carolinept_BR
dc.contributor.otherIacomini, Marcello, 1947-pt_BR
dc.contributor.otherCarbonero, Elaine Rosechrerpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Bioquímicapt_BR
dc.date.accessioned2010-06-30T12:45:52Z
dc.date.available2010-06-30T12:45:52Z
dc.date.issued2010-06-30
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24060
dc.description.abstractResumo: As estruturas de polissacarideos obtidas de fotobiontes liquenicos representantes das algas verdes (Trebouxia sp.) e das cianobacterias (Nostoc muscorum; UTEX - 2493), alem de cianobacterias de vida livre (Nostoc muscorum; UTEX - 2209 e Nostoc sp.) foram estudadas. O fotobionte Trebouxia sp. e as especies de Nostoc muscorum (cianobionte e de vida livre) foram cultivados em meio liquido TM e BG- 11, respectivamente, e tanto os polissacarideos da biomassa como os exopolissacarideos presentes no meio de cultivo foram analisados. Para o fotobionte Trebouxia sp. foram purificadas tres fracoes, todas ompostas por ƒÀ-Dgalactofurananas (1 ¨5)-ligadas, podendo ser linear, substituida em O-6 por unidades de ƒÀ-D-Galf, ou por cadeias laterais mais complexas de unidades de D-Manp 4-O- (12,6%), 2,4- di-O- (2,0%), 2,3- di-O- (3,7%) e 2,6-di-O-substituidas (4,5%), alem de terminais nao redutores de D-Rha, D-Araf, D-Galf, e D-Manp como terminais nao redutores. Para o cianobionte Nostoc muscorum foram caraterizadas uma ƒÀ-D-xilana linear (1 ¨4)-ligada, obtida a partir da fracao exopolissacaridica, e um heteropolissacarideo, principalmente formado por unidades de ƒÀ-L-Arap- e ƒÀ-DXylp- ambas (1 ¨4)-ligadas, parcialmente substituidas em O-3 por unidades de ƒ¿-DManp, as quais por sua vez sao tambem substituidas em O-3 ou O-2 por terminais nao redutores ƒ¿-D-Manp ou ƒ¿-L-Fucp. Uma vez que nao foi possivel purificar fracoes polissacaridicas a partir de Nostoc muscorum de vida livre, devido a grande heterogeneidade das fracoes obtidas e ao baixo rendimento das mesmas, Nostoc sp de vida livre foi submetida a subsequentes extracoes aquosas a quente e lcalinas (KOH 1%), a partir das quais foram obtidas tres fracoes que apresentaram perfis de eluicao homogeneos quando analisadas por HPSEC-MALLS, alem de composicoes monossacaridicas similares, presentando altos teores de ribose, alem de xilose, galactose e glucose. Todas as fracoes derivadas de Nostoc sp. apresentaram sinais de 13C em ƒÂ 181,8, 175,3, 84,2 e 18,8 caracterizados como sendo eferentes a presenca de 3-O-lactil D-acido glucuronico, denominado de acido nosturonico (NosA), um monossacarideo incomum formado por um acido glucuronico substituido em O-3 por um grupo lactil. O conjunto dos resultados obtidos indica que este heteropolissacarideo isolado da biomassa de Nostoc sp. de vida livre e principalmente formado por unidades de ƒÀ-D-Xylp-, ƒ¿-D-Galp- e ƒÀ-D-Glcp-(1 ¨4)- ligadas. As unidades de ƒÀ-D-Xylp-(1 ¨4)-ligadas estao substituidas em O-3 por terminais nao redutores de ƒ¿-D-Ribf, enquanto que as unidades de ƒÀ-D-Glp-(1 ¨4)- ligadas apresentam-se substituidas em O-6 por terminais nao redutores de ƒÀ-DNosA. Este heteropolissacarideo, contendo acido nosturonico, isolado da biomassa de Nostoc sp. de vida livre apresentou um efeito analgesico dose dependente, com ID50 de 7,0 (3,5 - 14,0) mg/kg, inibindo 86 } 8 % o numero de contorcoes abdominais, na dose de 30 mg/kg, quando suas propriedades antinociceptiva e antiinflamatoria foram avaliadas in vivo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleFicobiontes de fungos liquenizados e de vida livrept_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record