Show simple item record

dc.contributor.authorBianchini, Mauriciopt_BR
dc.contributor.otherMarques Filho, Jose, 1958-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduaçao em Construçao Civilpt_BR
dc.date.accessioned2010-06-23T13:40:09Z
dc.date.available2010-06-23T13:40:09Z
dc.date.issued2010-06-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24035
dc.description.abstractResumo: A evolução da tecnologia do concreto nos anos 70, em especial com a disponibilização dos aditivos superplastificantes, tornou possível a produção de concretos com relação água/aglomerante baixa e, conseqüentemente, resistências características iguais ou superiores a 50 MPa (sendo estes concretos então chamados de CAR). A aplicação de adições de sílica-ativa (subproduto da fabricação do silício metálico) deixou os CAR ainda mais eficientes em termos de consumo de energia, por facilitar a obtenção de resistências maiores com menores consumos de cimento. A crescente pressão pelo acréscimo da infra-estrutura existente, aliada à necessidade de desenvolvimento de processos visando sustentabilidade, impelem a indústria de construção civil a desenvolver novos concretos. A utilização de CAR permite a produção de estruturas de concreto mais econômicas e mais sustentáveis, visto a grande durabilidade deste material e menor emissão de CO2 para a produção das estruturas. Para a difusão do uso deste material, além do constante desenvolvimento tecnológico é também necessária a redução dos custos de matéria prima. Este trabalho busca identificar a influência de diferentes teores de adição de sílica ativa na produção de diferentes classes de resistência de CAR em central dosadora de concreto. Todo o estudo experimental foi efetuado em laboratórios de centrais dosadoras de concreto, dentro de condições industriais de ensaio e produção, com o auxílio de técnicos das empresas que foram treinados para realização dos trabalhos. Analisou-se a resistência à compressão obtida aos 3, 7 e 28 dias de idade para os teores de sílica ativa de 3%, 6%, 9% e 12% em substituição ao cimento em 5 diferentes relações água/aglomerante. Também foram estudados a influência dos diferentes teores de sílica ativa nos processos produtivos de CAR em central dosadora de concreto, calor de hidratação, aspectos econômicos, características do concreto e aspectos de sustentabilidade.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnálise da influência dos teores de sílica ativa na produção de concretos de alta resistência em central dosadora de concretopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record