Show simple item record

dc.contributor.authorScarpim, Fábio Augustopt_BR
dc.contributor.otherNadalin, Sergio Odilonpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2019-11-14T13:51:21Z
dc.date.available2019-11-14T13:51:21Z
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/23957
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Sérgio Odilon Nadalinpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa: Curitiba,16/03/2010pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 162-171pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente pesquisa tem como objetivo analisar a construção da identidade etnocultural de um grupo de imigrantes italianos e seus descendentes instalados no município de Campo Largo (Paraná) no período de 1878 a 1937. Para isso, partimos do pressuposto de que a identidade de um um grupo étnico surge quando do contato interétnico, ou seja, da necessidade da afirmação de um nós diante dos outros. Nessa direção analisamos alguns dos signos culturais acionados pelo grupo para a construção de um sentimento de pertencimento grupal. Tais signos analisados foram as relações familiares, a religiosidade e as práticas de transmissão dos nomes de batismo. Procuramos verificar nesse trabalho como o grupo em estudo construiu sua identidade pautada pelos referenciais simbólicos e culturais da terra de partida, assim como se dá o processo de mudança tendo em vista a nova realidade e os contato culturais estabelecidos com os brasileiros. Para conduzir essa análise, utilizamos principalmente registros paroquiais (atas de batismos, casamentos e óbitos) que foram sistematizados pela metodologia de reconstituição de famílias, oriunda da demografia histórica. Através da análise da documentação foi possível perceber nos omportamentos referentes a família, as práticas religiosas e aos nomes de batismos a predominância de elementos típicos do mundo rural de origem desses imigrantes que simbolicamente os ligavam a terra de seus ancestrais.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present research aims to analyse the construction of the ethnocultural identity of a group of Italian immigrants and his descendants installed in Campo Largo (Paraná) from 1878 to 1937. To this, we assume that the identity of a group appears when occurs the interethnic contact, or, because the necessity of affirmation of one of us before others. In this direction we analysed some of cultural signs activated by the group to the construction of a sense of belonging group. These signs analysed were the family relationship, the religiosity and the practice of transmission of baptism names. We tried to verify in this work how the studying group built his identity guided by the symbolic and cultural references of the land of departure. As the moving process, in order the new reality and the cultural contact established with Brazilian people. To form this analyse, we used like historical resources, mainly parish registers ( minutes of baptism, marriages and deaths) that they were systematic by the methodology of family reconstitution, the historical demography originated from the documentation. Such analysis was possible to notice in the behavior referring to family, the religious practices and to the names of baptism, the predominance of typical elements of rural areas of immigrants origin that symbolically linked them with the land of their ancestors. These elements were of great relevance for the definition of the identity of the group while Italian-Brazilian.pt_BR
dc.format.extent226f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectItalianos - Identidade etnica - Campo Largo (PR)pt_BR
dc.subjectItalianos - Religiosidade - Campo Largo (PR)pt_BR
dc.subjectImigrantes - Campo Largo (PR)pt_BR
dc.subjectItalianos - Nomes proprios - Campo Largo (PR)pt_BR
dc.subjectDissertações - Históriapt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleBens simbólicos em laços de pertencimento : família, religiosidade e identidade étnica nas práticas de transmissão de nomes de batismo em um grupo de imigrantes italianos (Campo Largo - Pr, 1878-1937)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record