Show simple item record

dc.contributor.authorPires, Luciana Salini Abrahãopt_BR
dc.contributor.otherDittrich, Rosangela Locatelli, 1965-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Veterináriaspt_BR
dc.date.accessioned2010-06-01T12:25:13Z
dc.date.available2010-06-01T12:25:13Z
dc.date.issued2010-06-01T12:25:13Z
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/22946
dc.description.abstractResumo: O ferro é fundamental ao metabolismo dos seres vivos. A determinação dos parâmetros do metabolismo do ferro, associada aos achados hematológicos, constitui uma ferramenta importante para o iagnóstico, controle e diferenciação de estados anêmicos. As anemias, de diversas origens e classificações, são encontradas freqüentemente na clínica médica de cães, representando 15,9% de todos os hemogramas realizados em cães, segundo os registros do serviço do Laboratório de Patologia Clínica Veterinária da Universidade Federal do Paraná. Existe a carência dos parâmetros normais do ferro para a opulação de cães no Brasil. Os objetivos do presente trabalho visaram estabelecer os valores normais para os parâmetros do ferro (ferro sérico, capacidade latente de ligação do ferro, capacidade total de ligação do ferro, índice de saturação da transferrina (IST), transferrina e ferritina em cães sadios e em cães anêmicos criados na região de Curitiba – Paraná; relacionar os tipos de anemias com os índices de metabolismo doferro; monitorar o metabolismo do ferro durante o período de tratamento de cães com diferentes tipos de anemia; avaliar a possibilidade de se inserir as provas bioquímicas do ferro na rotina laboratorial; lassificar as anemias pela resposta da medula óssea e estabelecer valores do perfil do ferro para os tipos de anemias. O primeiro capítulo consiste de revisão bibliográfica sobre o metabolismo do ferro e suas plicações, eritropoiese, classificação das anemias e análises laboratoriais para o metabolismo do ferro. O capítulo seguinte tem como objetivo a determinação dos parâmetros do ferro em cães sadios (120) na idade de Curitiba e microregião, separando-os em quatro grupos, com sexo e faixa etária distintos (30 machos jovens e 30 adultos, 30 fêmeas jovens e 30 adultas). O último capítulo apresenta os valores dos arâmetros de ferro em cães anêmicos, comparando-os com os cães sadios e entre as diferentes classificações de anemias (pelo índice de reticulócitos, pelos índices hematimétricos e por presença ou não de nflamação) e relaciona a contagem do número de policromatófilos com o índice de reticulócitos. As análises foram realizadas no Laboratório de Patologia Clínica Veterinária do Hospital Veterinário da UFPR. Os esultados apresentados são os seguintes: valores médios dos parâmetros do ferro para a população de cães sadios, machos e fêmeas, jovens e adultos; não diferenciação dos valores do ferro entre as raças studadas (P<0,05); parâmetros do ferro para os cães anêmicos, sem variação significativa dos valores para a diferenciação das anemias; valores do ferro sérico normais para as anemias microcíticas; valores ormais dos parâmetros do ferro para as anemias inflamatórias; relação positiva significativa do índice de reticulócito com a contagem de policromatófilos para as anemias com IR>1; valores de 0 ng/mL da ferritina canina por meio de kits de imunoensaio quimioluminescente para seres humanos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCão - Nutriçãopt_BR
dc.subjectCão - Doençaspt_BR
dc.subjectAnimais - Doençaspt_BR
dc.subjectCão - Anemiapt_BR
dc.titleDeterminação dos parâmetros do ferro em cães sadios e anêmicospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record