Show simple item record

dc.contributor.authorMiranda, Célia Arns de, 1954-pt_BR
dc.contributor.otherArns, Heriberto, 1915-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-04-28T18:16:52Z
dc.date.available2020-04-28T18:16:52Z
dc.date.issued1986pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/22280
dc.descriptionResumo em portuguêspt_BR
dc.descriptionOrientador: Heriberto Arnspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Curso de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Literaturas de Língua Inglesapt_BR
dc.description.abstractResumo: Os dramaturgos gregos basearam as suas peças em fatos mitológicos e históricos que receberam uma interpretação trágica. Dentro deste contexto, Jack Richardson, que tem um profundo conhecimento da tragédia Grega, também tenta inserir alguns acontecimentos políticos e históricos que afetam a Civilização Moderna dentro da estrutura do mito de Orestes. Em sua peça, The Prodigal, que está sendo analisada nesta dissertação, ele enfoca a Guerra de Tróia e, como acontece em todas as guerras, os soldados que voltam, como os cidadãos de Argos, são atingidos pelas conseqüências psicológicas de após-guerra de exaustão e fadiga. Na peça citada acima, a dimensão política é fundamental e constitui uma espécie de leitmotiv que sustenta a ação. O autor demonstra um interesse especial pela função política do homem - a estrutura política determina os aspectos sociais e religiosos nesta peça. Em um texto literário, o aspecto político não transporta valor por si só, mas, pode significar um elemento essencial de sua estrutura. Richardson dramatiza a sua teoria de Evolução Histórica em The Prodigal pondo em evidência as razões e circunstâncias que causam a queda de uma Instituição, que não pode manter os seus valores fundamentais contra uma nova mentalidade que emerge. Ele analisa as divergências políticas, a sociologia da família e discute argumentos religiosos, literários e filosóficos, tendo como modelos os personagens da antiga mitologia. O principal objetivo desta dissertação é determinar a teoria de Evolução Histórica de Jack Richardson em The Prodigal. A minha intenção é comparar a peça moderna com a Oréstia de Ésquilo para determinar até que ponto os dois dramaturgos sustentam os mesmos pontos de vista e quais especificamente são as inovações introduzidas por Jack Richardson.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Greek dramatists based their plays on historical and mythological facts which received a tragic interpretation. Within this framework, Jack Richardson, who has a deep knowledge of Greek tragedy, also tries to insert some political and historical events which affect Modern Civilization within the framework of the Orestes myth. In his play The Prodigal, which is being analysed in this dissertation, the author focuses on the Trojan War and, as happens in all wars, the returning soldiers, like the citizens of Argos, are affected by the psychological postwar consequences of exhaustion and fatigue. In the above mentioned play, the political dimension is fundamental and it constitutes a kind of leitmotiv which supports the dramatic action. The author demonstrates a special interest in the political function of man - the political structure determines the social and religious aspects in this play. In a literary text, the political aspect does not have any special value on its own, but it can signify an essential element of its structure. Richardson dramatizes his theory of Historical Evolution in The Prodigal. The author focuses on the reasons and circumstances which cause the decay of an Institution which cannot maintain its fundamental values against a new mentality which emerges. He analyses political divergences, the sociology of the family and brings forward some religious, literary and philosophical arguments, taking as models the characters of ancient mythology. The main purpose of this dissertation is to determine Richardson's theory of Historical Evolution in The Prodigal. My intention is to compare the modern play with Aeschylus's Oresteia in order to determine how far the two playwrights hold the same views and which are the novelties introduced by Jack Richardson.pt_BR
dc.format.extent157f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectRichardson, Jack, 1935. The prodigalpt_BR
dc.subjectRichardson, Jack, 1935. Personagenspt_BR
dc.subjectAeschylus - Personagenspt_BR
dc.titleJack Richardson's theory of historical evolution in The Prodigalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record