Show simple item record

dc.contributor.authorKlaumann, Michellept_BR
dc.contributor.otherMoreira, Laura Cerettapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-10-21T11:39:41Z
dc.date.available2020-10-21T11:39:41Z
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/21942
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Laura Ceretta Moreirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 25/09/2009pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente estudo versa sobre a trajetória profissional de professores que possuem deficiência e que estão atuando ou atuaram na rede básica de ensino de Curitiba e região metropolitana. Para tanto, recorreu-se à abordagem metodológica da pesquisa qualitativa e a realização de entrevistas semi-estruturadas que buscaram obter informações relevantes sobre o perfil dos entrevistados, a concepção de deficiência e de inclusão que norteia o sistema escolar, assim como as relações do professor com deficiência e a organização de seu trabalho pedagógico. Foram localizados dez professores com deficiência, porém sete deles se constituíram os sujeitos desta pesquisa. Destes quatro são surdos, dois apresentam deficiência visual e um possui deficiência física. As entrevistas foram gravadas em áudio e transcritas. A análise dos dados se deu a partir da análise de conteúdo, que se constituiu em três grandes eixos a saber: I) A deficiência atrelada à história de vida dos sujeitos II) A concepção de inclusão vivenciada pelo professor na escola III) O professor com deficiência e a organização do trabalho pedagógico. A partir da análise de tais eixos foi possível concluir que o professor com deficiência não tem sido incluído, adequadamente, no seu espaço profissional, ou seja, na escola e que os apoios pedagógicos e de acessibilidade em geral não tem sido garantidos. Destaca-se a falta de acessibilidade, para os professores que apresentam deficiência física, o desconhecimento da LIBRAS pelo conjunto da escola como um dos fatores que fragiliza a inclusão dos professores surdos e a falta da transcrição dos materiais a tinta para o Braille para deficientes visuais como elemento que reforça sua exclusão no espaço escolar. Além disso, concluise que as barreiras atitudinais e os preconceitos de que o profissional com deficiência não possui a competência necessária também está presente na comunidade escolar.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This study lays the focus on the careers of teachers, who have disabilities and who are acting or acted in the basic education of Curitiba and metropolitan region. To this end, we used the methodological approach of qualitative research and conducting semi-structured interviews to obtain relevant information about the profile of respondents, the concept of disability and inclusion that guides the school system, as well as relations with the teacher disabilities and the organization of his educational work. We found ten teachers with disabilities, but just seven of them were involved in the research. Four of them were deaf, two partially sighted and one has a physical disability. The interviews were audio-recorded and transcribed. The Data analysis was performed based content analysis, which was formed in three main areas: I) The deficiency linked to the life history of the subjects II) The concept of inclusion experienced by the teacher at school III) The teacher with disabilities and the organization of educational work. With the analysis of such lines it was possible to conclude that teachers with disabilities has not been included properly in their professional areas, the school and the educational support and accessibility in general has not been guaranteed. This highlights the lack of accessibility to teachers who have physical disabilities, the lack of LBS by the whole school as one of the factors which undermine the inclusion of deaf teachers and lack of transcription of the ink material to Braille for the visually impaired as element that reinforces their exclusion in school. Also, it is concluded that attitudinal barriers and prejudices in the the work with disabilities which not have the necessary power, are also present in the school community.pt_BR
dc.format.extent113 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectProfessores deficientes - Condições sociaispt_BR
dc.subjectPessoas com deficiência - Empregopt_BR
dc.subjectPessoas com deficiência - Formaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleA trajetória profissional de professores com deficiência atuantes na rede de ensino de Curitiba e Região Metropolitanapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record