Show simple item record

dc.contributor.advisorKirchner, Flavio Felipe, 1951-pt_BR
dc.contributor.authorAndrade, Regina do Rocio dept_BR
dc.contributor.otherUniverdidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-05-27T18:21:10Z
dc.date.available2013-05-27T18:21:10Z
dc.date.issued2013-05-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/21229
dc.description.abstractEsta tese de doutorado visa o desenvolvimento de tecnologia para a medição dinâmica de deformações em elementos estruturais de madeira. Medição dinâmica deve ser entendida como o processo para realizar mensurações acuradas de coordenadas de pontos de um objeto em processo de deformação ou de movimento. O estudo concentra-se em peças de madeira solicitadas por carregamento que provoque flexão. As deformações são determinadas em alvos espalhados pela peça de modo a permitir outros estudos. Por isso, a sua distribuição na superfície da peça foi objeto de minucioso planejamento. Todos os ensaios foram realizados no Laboratório de Tecnologia da Madeira, no Centro de Estudos Florestais e da Madeira da Universidade Federal do Paraná, onde as imagens das peças foram tomadas com câmera digital. Mantendo os mesmos parâmetros fotogramétricos, um painel com um conjunto de alvos também foi fotografado. As coordenadas dos alvos nos dois conjuntos de imagens foram processados simultaneamente pelo Bundle Method, tendo como parâmetros comuns os de calibração da câmera. Desta forma, num método que poderíamos denominar de Mensuração de Processos Dinâmicos com Calibração Instrumental, as coordenadas de alvos em movimento foram mensurados num referencial espacial ao mesmo tempo em que a câmera era calibrada. Existe um método denominado "On Job Calibration", onde, numa aerotriangulação são introduzidos parâmetros adicionais, definidores da calibração da câmera e outras fontes de erros sistemáticos, como incógnitas, em mensurações estáticas. É importante notar que aqui, os dados para as mensurações de coordenadas são independentes dos dados para calibrar a câmera, tanto em tempo quanta em espaço. São tais dados, entretanto processados simultaneamente, baseando-se no pressuposto de que os parâmetros de calibração são os mesmos nos dois conjuntos de dados. Calibrar uma câmera significa, em termos práticos, determinar o valor numérico da distancia principal; das coordenadas fotogramétricas do ponto principal; dos parâmetros das curvas de distorção radial simétrica e da distorção descentrada da objetiva, bem como de estatísticas que indiquem a qualidade dos resultados obtidos. A calibração da câmera e a garantia da eliminação de erros sistemáticos instrumentais no processo de mensuração. A exatidão alcançada nas experiências mostrou que a metodologia foi perfeitamente adequada para as exigências requeridas nesses tipos de ensaio, ou seja, na determinação precisa do deslocamento de alvos colados em locais escolhidos no corpo de provaspt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectFotogrametriapt_BR
dc.subjectFotogrametria digitalpt_BR
dc.subjectMateriais - Deformaçõespt_BR
dc.subjectCalibraçãopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleFotogrametria dinâmicapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record