Show simple item record

dc.contributor.advisorFernandes, Luiz Cláudio, 1960-pt_BR
dc.contributor.authorBordignon, Jaissonpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecularpt_BR
dc.date.accessioned2018-04-23T17:15:22Z
dc.date.available2018-04-23T17:15:22Z
dc.date.issued2009pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/20440
dc.descriptionOrientador: Luiz Cláudio Fernandespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Defesa: Curitiba, 12/03/2009pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Fisiologiapt_BR
dc.description.abstractCâncer é um estado patológico que leva ao desenvolvimento de uma síndrome metabólica em cerca de 2/3 dos pacientes em estado avançado da doença. A caquexia se caracteriza por estado debilitante, com perda de peso, desencadeada por perturbações metabólicas no indivíduo portador de tumor. Esta promove anorexia, astenia, perda de peso, saciedade prematura, anemia e alterações no metabolismo dos carboidratos, gorduras e proteínas. Muitos estudos têm demonstrado que o exercício físico moderado promove incremento da função do sistema imunitário e redução do quadro de proteólise no músculo esquelético em indivíduos caquéticos. Ainda, os estudos envolvendo óleo de fígado de tubarão demonstram sua atuação na melhoria da atividade imunitária. Uma vez que o exercício físico e o óleo de fígado de tubarão atuam sobre o desenvolvimento tumoral, o objetivo deste estudo foi investigar o efeito do treinamento anaeróbio/aeróbio associado à suplementação da dieta com óleo de fígado de tubarão sobre o crescimento tumoral, caquexia e parâmetros imunitários de ratos portadores do tumor walker-256. Ratos Wistar foram distribuidos em oito grupos: sedentário (S), sedentário suplementado com óleo de fígado de tubarão (SA), exercitado (EX), exercitado suplementado com óleo de fígado de tubarão (EXA) sedentário portador de tumor (SW), sedentário portador de tumor suplementado com óleo de fígado de tubarão (SWA), exercitado portador de tumor (EXW) e exercitado portador de tumor suplementado com óleo de fígado de tubarão (EXWA). Os grupos exercitados realizaram um programa de treinamento, constituído de 6 séries de saltos com 1 minuto de intervalo, sobrecarga de 50% do seu peso corporal acoplada ao tórax, cinco minutos após o término do treinamento de saltos os mesmos grupos exercitados foram submetidos a 30 minutos de natação com uma carga equivalente a 6% do peso corpóreo. Foram realizadas 4 sessões semanais de treinamento durante 8 semanas. Na sexta semana de treinamento foram inoculadas 1 mL de células do tumor de Walker-256 (3x107 células) nos grupos SW, SWA, EXW e EXWA. Os ratos foram ortotanasiados 15 dias após a inoculação do tumor, sendo coletado sangue, tecidos e células. O grupo SW apresentou hipoglicemia (68,67±2,12 mg/dL), hiperlaticidemia (1,489±0,061 mmol/L), hipertriacilglicerolemia (161,4±9,43 mg/dL) e perda de peso (23,01±1,47g), ainda reduziu significativamente o conteúdo de glicogênio hepático e muscular, quando comparado aos demais grupos, caracterizando quadro de caquexia. A atividade fagocítica e citotóxica dos macrófagos estavam significativamente elevadas em ratos portadores de tumor. A prática de exercício e a suplementação com óleo de fígado de tubarão incrementou as capacidades fagocíticas e citotóxicas de macrófagos peritoneais, em indivíduos não portadores de tumor. Além disso, a suplementação com óleo de fígado de tubarão e o exercício físico, isoladamente, elevaram a proliferação basal dos linfócitos e a estimulação pelo mitógeno concanavalina-A promoveu aumento expressivo na proliferação, tanto nos animais sem tumor quanto nos com tumor.pt_BR
dc.description.abstractCancer is a pathological condition that leads to the development of metabolic syndrome in about 2/3 of patients in advanced disease. The cachexia is characterized by debilitating condition, with weight loss, metabolic disturbances triggered by the individual with tumor. This promotes anorexia, asthenia, weight loss, early satiety, anemia and changes in metabolism of carbohydrates, fats and proteins. Many studies have shown that moderate physical exercise promotes increased function of the immune system and reduction of part of the skeletal muscle proteolysis in cachectic individuals. Still, the studies of shark liver oil demonstrate its performance in improving the immune activity. Since exercise and shark liver oil act on the tumor development, the objective of this study was to investigate the effect of training anaerobic / aerobic associated with the dietary supplementation with shark liver oil on tumor growth, cachexia and parameters immune from rats carrying the Walker-256 tumor. Wistar rats were randomized divided into 8 groups: sedentary (S), sedentary shark liver oil supplemented (SA), Exercised (EX), Exercised shark liver oil supplemented (EXA), sedentary tumor-bearing (SW), sedentary tumor-bearing shark liver oil supplemented (SWA), exercised tumor-bearing (EXW) and exercised tumor-bearing shark liver oil supplemented (EXWA). Training section consisted of 6 bouts, 30 seconds each with 50% body-weight load attached to the back followed by 1 minute of resting. Five minutes after the jump training the same exercise groups were subjected to 30 minute of swimming with a load equivalente to 6% of body weight, during 4 times a week during 8 weeks. A suspension of Walker 256 tumor cells (1mL of 3 x 107 cells/mL) was inject in the rats (tumor bearing) after 6 weeks of training. All individuals were killed 15 days post tumor inoculation and the blood and tumor tissue were harvested. The group SW showed hypoglycemia (68,67±2,12 mg/dL), hyperlacticidemia (1,49±0,061mmol/L), hypertriacylglycerolemia (161,4±9,4 mg/dL) and weight reduction (23,01±1,47g), also significantly reduced the glycogen content of liver and muscle when compared to other groups, characterizing cachexia state. The cytotoxic and phagocytic activity of macrophages were significantly elevated in tumor-bearing rats. The practice of exercise and supplementation with shark liver oil increased the phagocytic and cytotoxic capacity of peritoneal macrophages in non-tumor-bearing rats. Moreover, supplementation with shark liver oil and exercise alone, increased basal proliferation of lymphocytes and stimulation by mitogen Concanavalin-A stimulated significant increase in proliferation, in tumor-bearing and non-tumor-bearing rats.pt_BR
dc.format.extent85f. : il., grafs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCâncerpt_BR
dc.subjectExercícios físicospt_BR
dc.subjectCaquexiapt_BR
dc.subjectOleo de peixept_BR
dc.subjectCitologia e biologia celularpt_BR
dc.subjectBiologia molecularpt_BR
dc.titleTreinamento anaeróbio/aeróbio associado à suplementação da dieta com óleo de fígado de tubarão diminui o crescimento tumoral, atenua a instalação da síndrome da caquexia e modula parametros imunitários de ratos portadores do tumor de Walker-256pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record