Show simple item record

dc.contributor.advisorMoreschi, João Carlospt_BR
dc.contributor.authorBorges, Cilene Cristinapt_BR
dc.contributor.authorUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-14T14:24:21Z
dc.date.available2013-06-14T14:24:21Z
dc.date.issued2013-06-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/18113
dc.description.abstractNeste trabalho são apresentados dados relativos à potencialidade do uso da madeira de Corymbia citriodora, Eucalyptus cloeziana e Eucalyptus dunnii como cruzetas de madeira para redes de distribuição de energia elétrica. Os resultados apresentam o rendimento do processo produtivo para cada espécie, com análise de defeitos, análise dos ensaios mecânicos de flexão, estudo de penetração em tratamento com o preservativo CCA e discussão relativa a considerações econômicas e funcionais do material madeira. Eles também mostram que a espécie Corymbia citriodora apresentou o melhor rendimento, com 75% de rendimento para as cruzetas produzidas, seguido pelo Eucalyptus cloeziana, com 42%. Para esse último caso, mesmo com um rendimento inferior há demonstração de viabilidade econômica de produção. A espécie Eucalyptus dunnii foi desclassificada, por apresentar um rendimento inferior, de apenas 7%, devido ao aparecimento de grandes fendas e rachaduras durante o processo de secagem, provavelmente devido à alta tensão de crescimento combinada com técnicas de manejo florestal não previsto para a obtenção de madeira destinada a esta finalidade. Os ensaios mecânicos demonstraram que tanto a espécie Corymbia citriodora quanto Eucalyptus cloeziana atendem aos requisitos de resistência da norma técnica N13R 8458/1984, embora o Eucalyptus cloeziana tenha apresentado variabilidade nos resultados obtidos. Do tratamento preservativo das cruzetas, observou-se penetração total no alburno da espécie Corymbia citriodora o que, em conjunto com o cerne naturalmente resistente e o rendimento produtivo, classifica essa espécie como a mais indicada entre as estudadas. Com base nos resultados obtidos conclui-se que o uso de cruzetas de madeira é viável, além de menos impactante ao meio ambiente, por se tratar de um recurso natural renovável. Sugere-se que os critérios da norma técnica NBR-8458/1984 sejam reavaliados, e que seja feita a inclusão de novas espécies, bem como o uso de madeiras tratadas, em seu conteúdo, tendo em vista a indisponibilidade/possibilidade de uso de maior valor agregado de várias das espécies normatizadas e a potencialidade do uso de madeira tratada advinda de florestas plantadas.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectMadeira - Produtospt_BR
dc.titlePotencialidade do uso de cruzetas de madeira tratadapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record