Show simple item record

dc.contributor.advisorDoni Filho, Luiz, 1946-pt_BR
dc.contributor.authorGnoatto, Almir Antoniopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Agronomiapt_BR
dc.contributor.otherSilva, Lenir Maristelapt_BR
dc.date.accessioned2013-01-15T18:10:03Z
dc.date.available2013-01-15T18:10:03Z
dc.date.issued2013-01-15
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/16956
dc.description.abstractEste trabalho pretende discutir, por meio da leitura dos relatórios de estágio curricular, que tipo de profissional de agronomia está sendo formado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Pato Branco: profissionais críticos ou profissionais ingênuos? Assim sendo, atuarão numa dada realidade, podendo modificar ou manter as condições reinantes sejam econômicas, sociais e ambientais na agricultura. Ele foi dividido em cinco partes. Na primeira parte, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre consciência e discurso. Na segunda parte utilizando da análise documental, foi feita uma seleção aleatória de 10% dos relatórios de estágio de conclusão de curso, em diferentes locais de estágios, classificados nas seguintes categorias: a) Empresas de comercialização de insumos e produtos agropecuários; b) Cooperativas de produção, comercialização e crédito; c) Instituições públicas; d) Propriedades rurais; e) Organizações não governamentais. Na terceira parte foram apresentados os resultados da pesquisa sobre currículo, docentes e discentes do curso de Agronomia, estágio curricular no período de 1996 a 2005 e um breve histórico da região sudoeste do Paraná. Na quarta parte foram feitas as discussões dos resultados sob o enfoque das características da consciência crítica e da consciência ingênua dos indivíduos preconizada pelo educador Paulo Freire e sobre a ótica dos discursos descritos em Lacan, que ajudou a identificar e posicionar o saber. Os discursos utilizados foram os seguintes: discurso do mestre, discurso da universidade, discurso H e discurso do capitalista. Conclui-se que apenas pelo indicador dos relatórios de estágio, o curso de Agronomia da UTFPR forma na sua maioria profissionais ingênuos, com discurso capitalista, da universidade e do mestre, servindo de sustentação ao sistema dominante, nem se apercebendo ou até com a intenção de formar profissional com esse perfilpt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectEngenheiros agronomos - Formação - Pato Branco(PR)pt_BR
dc.subjectAgronomia - Estudo e ensino - Pato Branco(PR)pt_BR
dc.titleA formaçao da consciencia crítica dos academicos do curso de agronomia - UTFPRpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record