Show simple item record

dc.contributor.advisorFernandes, Luiz Cláudio, 1960-pt_BR
dc.contributor.authorKuczera, Diogopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecularpt_BR
dc.date.accessioned2018-04-20T20:03:03Z
dc.date.available2018-04-20T20:03:03Z
dc.date.issued2007pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/14071
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Luiz Claudio Fernandespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular. Defesa: Curitiba, 2007pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.description.abstractVários estudos têm mostrado que a suplementação tanto com o aminoácido Leucina, quanto com seu metabólito, o ß-hidróxi-ß-metilbutirato (HMB), leva a incremento dos parâmetros imunitários. Além disso, o HMB reduz o quadro de hipercatabolismo presente na caquexia em pacientes com câncer. A realização de exercício físico moderado tem sido demonstrado ser útil em amenizar o quadro hipercatabólico, bem como melhorar as funções imunitárias dos indivíduos com câncer. O objetivo deste estudo foi investigar a associação do exercício físico contra-resistido com a suplementação com HMB em ratos portadores do tumor de Walker 256. Ratos Wistar, 70 dias de idade, foram suplementados com HMB (76 mg/kg/dia) por gavagem e submetidos a treinamento físico que consistiu na realização de 10 séries de saltos (com sobrecarga relativa a 50% do peso corporal acoplada ao tronco) por dia, com duração de 30 segundos cada e intervalos de 1 minuto entre as séries, 4 vezes por semana durante 8 semanas. Após 6 semanas treinamento foi injetado 3x10 elevado a 7 células de suspensão de células do tumor de Walker 256 (1mL) nos ratos onde estabeleceu-se os grupos a seguir: Sedentário portador de tumor (SW), sedentário portador de tumor suplementado com HMB (SHW), Exercitado portador de tumor (EXW) e Exercitado portador de tumor suplementado com HMB (EXHW). Duas semanas a pós a inoculação do tumor no flanco direito os animais foram ortotanasiados, o tumor removido, pesado e as células submetidas a estudo quanto à proliferação celular pela incorporação de (2 elevado a-14C)-timidina em DNA, apoptose utilizando anexina-V-FITC em citometria de fluxo, a expressão das proteínas Bcl-2, Bax, subunidades P65 e P52 do fator de transcrição nuclear kB, proteína inibitória deste fator do NF-kB (IkB) e fator de indução de proteólise (PIF) foram determinadas por western blotting. A massa tumoral dos animais dos grupos exercitados (EXW) e exercitados e suplementados com HMB (EXHW) foi significativamente menor quando comparada à dos demais grupos (p<0,05). A proliferação celular das células destes mesmos grupos, em cultura, também foi menor e houve efeito aditivo do treinamento e suplementação (p<0,05). As células tumorais dos animais exercitados apresentaram maior taxa de apoptose (p<0,05) que à do grupo controle (SW). A suplementação com HMB não induziu a alteração significativa na expressão da Bcl2. Por outro lado, a atividade física foi hábil em promover redução em 40,5% na expressão da Bcl2 no grupo EXW (p<0,05 vs. SW e SHW). A associação da atividade física com a suplementação incrementou esta redução para 58,5% quando comparada à dos grupos sedentários (p<0,01 vs. SW e SHW). Quanto à Bax, a atividade física induziu a um aumento de 1,7 vezes na sua expressão quando comparada à do grupo SW (p<0,05), mas não foi diferente quando comparada à do SHW (p>0,05). A associação da atividade física e suplementação com HMB elevou a expressão da Bax em 2,5 vezes quando comparada à SW (p<0,05), e em 1,7 vezes quando comparada à do SHW (p<0,05). A suplementação com HMB reduziu a expressão da p65 em 1,5 vezes (p<0,05 vs. SW). A atividade física levou a uma redução de 1,75 vezes que foi significativa quando comparada à do SW (p<0,01), mas não em relação à do SHW (p>0,05). A associação da atividade física e suplementação reduziu a expressão em 6 vezes quando comparada à do SW (p<0,001), em 4 vezes à do SHW (p<0,05) e em 3,4 vezes à do EXW (p<0,05). A expressão da subunidade P52 não mostrou ser significativamente diferente entre os grupos (p>0,05). A suplementação com HMB aumentou a expressão da IkB em 2,3 vezes (p<0,05 vs. SW). A atividade física promoveu o mesmo efeito da suplementação com HMB (p<0,05 vs SW). A associação da atividade física e suplementação com HMB tiveram efeito aditivo sobre a expressão da Ikb, elevando para 3,3 vezes quando comparada à do SW (p<0,001) e em 1,4 vezes quando comparada à dos SHW e EXW (p<0,05). Quanto ao fator de indução de proteólise (PIF), a suplementação com HMB não modificou sua expressão (p>0,05 vs. SW). A atividade física foi hábil em reduzir a expressão do PIF em 1,84 vezes quando comparada à dos grupos SW e SHW (p<0,05). A associação da atividade física e suplementação com HMB foi hábil em reduzir para 2,75 vezes (p<0,001 vs. SW e SHW). Quando comparado com a atividade física houve redução de 1,5 vezes (p<0,05 vs. EXW). Estes resultados sugerem que a associação da suplementação com HMB e exercício físico contraresistido reduz a massa tumoral e nos mecanismos envolvidos estão a redução na expressão de proteínas envolvidas no processo de proliferação celular, tais como a subunidade p65 do fator de transcrição NF-kB e incremento da expressão da proteína inibitória deste fator (IkB), aumento da expressão da proteína pró-apoptótica Bax e diminuição da anti-apoptótica Bcl-2 nos grupos exercitados, o que sinaliza para um aumento no balanço pró-apoptótico do tecido tumoral. A proteína PIF, importante fator relacionado com a instalação do quadro caquético, também mostrou ter sua expressão diminuída nos grupos exercitados.pt_BR
dc.description.abstractMany studies have shown that leucine supplementation or with ß-hidroxi-ß- methyllbutyrate (HMB) increases immune response. In addition, HMB is able to reduce cachexia in cancer patients. Moderate physical activity also has been shown be able to reduce hypercatabolism in cancer patients. The main goal of this study is to investigate the effect of the association of HMB supplementation and physical activity in Walker 256 tumor-bearing rats. Rats 70 days old were HMB supplemented (76 mg/kg/day) by gavage and trained during 8 weeks. Jump training consisted by ten sets of 10 jumps in water tank in 30 seconds, with an overload attached to the body equals to 50% of the body mass, followed by 1 minute o resting, four times per week. At the seventh week of training were inoculated in some rats a suspension of Walker tumor cels (3x107/ml) getting the groups: tumor-bearing (SW), tumor-bearing HMB supplemented (SHW), exercised (EXW) and exercised supplemented (EXHW). After 2 weeks the rats were killed and the tumor removed and the were isolated for study of cellular proliferation by (2 to the power of -14C)-thymidine incorporation into DNA, apoptosis using anexin-V measurent by flow cytometer, Bcl-2, Bax, NFêB subunits p65, p52 and iêB and finally proteolysis inducing factor (PIF) by western blotting. Tumor weight in the EXW and EXHW was lower when compared to the other groups (p<0.05). Proliferation rate was also lower in these groups and there was additive effect of training and supplementation (p<0.05). Apoptosis rate was higher in the EXW group (p<0.05 vs. SW). Bcl-2 expression did not change by HMB but the exercise caused a reduction by 40.5% in the EXW (P<0.05 vs. SW and SHW). The association between exercise and HMB supplementation caused further reduction by 58.5% (p<0.01 vs. SW e SHW). Physical activity increased Bax expression by 1.7-fold (p<0.05 vs. SW) but was not different from SHW (p>0.05). Physical activity and supplementation increased Bax expression by 2.5-fold and 1.7-fold when compared to SW and SHW, respectively (p<0.05). HMB supplementation reduced p65 expression by 1.5-fold (p<0,05 vs. SW) and the physical activity by 1.75-fold (p<0.01 vs. SW). The association of both procedures reduced by 6-fold, 4-fold and 3.4-fold when compared to SW (p<0.001), SHW (p<0.05) and EXW (p<0.05), respectively. P52 expression did not change between the groups. HMB increases IkB expression by 2.3-fold (p<0,05 vs. SW), as well as the physical activity (p<0.05 vs SW). Physical activity plus HMB increased Ikb expression by 3.3-fold when compared to SW (p<0.001) and by 1.4-fold to SHW e EXW (p<0.05). PIF expression was reduced in the EXW group by 1.84-fold (p<0.05 vs. SW e SHW). The association with HMB caused further reduction by 2.75-fold (p<0.001 vs. SW e SHW). Our data suggest that HMB supplementation associated to physical exercise reduced tumor growth which was accompanied by the reduction of p65 subunit of NF-kB expression and increase of IkB. Also, there was an increase of Bax and reduction of Bcl-2 expression. PIF expression was reduced in the exercised groups.pt_BR
dc.format.extent67f. : il. algumas color.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTumorespt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectApoptosept_BR
dc.subjectCitologia e biologia celularpt_BR
dc.subjectBiologia molecularpt_BR
dc.titleSuplementação cronica da dieta com B-hidroxi B-metilbutirato (HMB) e treinamento contra-resistido reduzem a taxa de crescimento do tumor de Walker 256 : identificação dos mediadores participantes neste processopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record