Show simple item record

dc.contributor.advisorKoehler, Henrique Soares, 1953-pt_BR
dc.contributor.authorAccioly, Pyramonpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-06-14T15:25:33Z
dc.date.available2013-06-14T15:25:33Z
dc.date.issued2013-06-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/13946
dc.description.abstractO Parque Nacional do Superagüi é um dos maiores centros nacionais de estudos na área ambiental, e gera uma quantidade enorme de dados oriundos das pesquisas nele realizadas, que contemplam os recursos naturais de flora, fauna, sítios pesqueiros, história e antropologia. Dada a incapacidade humana de interpretar tamanha quantidade de dados, muita informação e conhecimento podem estar sendo desperdiçados. Devido à evidente carência de estruturação desses dados, surgiu a necessidade de organizá-los de forma sistematizada, pela criação de um banco de dados relacional, que possibilitasse a compilação, análise e ligação desses dados com dados cartográficos gerados em diferentes pesquisas. Foi objetivo desse trabalho desenvolver um sistema computacional para a gestão de diferentes tipos de dados originados em pesquisas realizadas dentro de um parque nacional, disponibilizando as informações geradas de forma espacializada. Como resultado foi desenvolvido um sistema computacional que, por meio de um banco de dados relacional, compatibilizou diferentes tipos de dados, desenvolveu uma interface de trabalho que facilita a atualização dos dados e demonstrou a possibilidade de interação entre um banco de dados relacional contendo dados ecológicos e sócio-econômicos com uma geoferramenta. A fusão de diferentes tipos de dados permitiu a visualização espacial de informações e seus relacionamentos, possibilitando uma melhor compreensão de suas características e inter-relações. A maior contribuição desse trabalho refere-se ao desenvolvimento de um ambiente que incrementa o poder de análise de dados oriundos de pesquisas ecológicas e sócio-econômicas realizadas dentro de uma Unidade de Conservação da Natureza onde os bancos de dados relacionais constituem ferramentas adequadas para uso na elaboração de diagnósticos visando o planejamento da gestão de recursos naturais. Para o sucesso do processo de análise de dados de qualquer natureza coletados em Unidades de Conservação da Natureza, é imprescindível que sejam considerados aspectos relativos à escolha dos programas a serem utilizados dentre os disponíveis, ao tratamento dos dados, ao treinamento de pessoal e à digitação, correção e disponibilização dos dados, sendo que a etapa mais crítica do presente foi a extração dos dados da base original a partir de planilhas eletrônicas devido aos erros que foram encontradospt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPesquisa ecologica - Banco de dados - Paranápt_BR
dc.subjectSistemas de informaçao geografica - Paranápt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectParque Nacional do Superagüi (PR)pt_BR
dc.titleO uso de banco de dados e geoferramentas para a gestão de dados oriundos de unidades de conservação da natureza (estudo de caso)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record