Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Nilton Josept_BR
dc.contributor.authorCorrea, Flavia de Albuquerque Serodio Ferreirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherSilva, Ivan Crespopt_BR
dc.date.accessioned2013-06-27T14:45:22Z
dc.date.available2013-06-27T14:45:22Z
dc.date.issued2013-06-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/11998
dc.description.abstractEste trabalho teve corno objetivo desenvolver urna dieta artificial adequada para a criação de Condylorrhiza vestigialis (Guenée, 1854) (Lepidoptera: Crambidae), que é considerada a principal praga de Populus spp., árvores que pertencem a família Salicaceae, plantada no Brasil para suprir as necessidades da indústria fosforeira, na fabricação de palitos e caixas. O trabalho foi desenvolvido em quatro fases. Na primeira fase foram testadas três formulações de dietas artificiais que são utilizadas com sucesso na criação massal de Anticarsia gemmatalis Hübner. 1818 (Lepidoptera: Noctuidae) e Diatraea saccharalis (Fabricius, 1794) (Lepidoptera: Crambidae); essas dietas foram desenvolvidas por Greene et.al. (1976), Hensley e Hammond (1968) e Mihshfeldt e Parra (1986). Na segunda fase foram testadas três alterações da dieta artificial proposta por Grenee (1976). Na terceira fase foram testadas alterações na dieta artificial proposta por Hoffmann-Campo et al. (1985), que difere da dieta de Greene et al. (1976) nas proporções dos componentes e na composição da vitamina utilizada; esta foi convencionalmente chamada de Dieta Base 1. Na quarta fase foram feitas alterações na Dieta Base 1, com a utilização de Suco V8 e a partir dessas alterações formulou-se uma dieta que foi chamada de Dieta Base 2, Os resultados obtidos mostraram que somente a Dieta Base 2 deu suporte para que a criação de C. vestigialis pudesse ser mantida com sucesso em laboratório, possibilitando a criação massal, para manter constante a produção de um baculovirus conhecido como Condylorrhiza vestigialis multiplenucleopolyhedrovírus (CvMNOV) que pode ser utilizado como alternativa aos inseticidas oferecidos no mercado, conferindo total segurança à saúde humana e ao meio ambiente, podendo também ser usado em um programa de manejo integrado de C. vestigialis.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectLepidopteropt_BR
dc.subjectEngenharia florestalpt_BR
dc.subjectPragas - Controle biologicopt_BR
dc.subjectCondylorrhiza vestigialispt_BR
dc.titleCriação em laboratório de Condylorrhiza vestigialis (Guenée, 1854) (Lepidoptera: Crambidae) com diferentes dietas artificiaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record