Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Marcus Aurelio Taborda de, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorPykosz, Lausane Corrêapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educaçãopt_BR
dc.date.accessioned2020-12-11T12:45:32Z
dc.date.available2020-12-11T12:45:32Z
dc.date.issued2007pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/11592
dc.descriptionOrientadora: Marcus Aurelio Taborda de Oliveirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 2007pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : História e historiografia da Educaçãopt_BR
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho investigou historicamente a disciplina escolar Higiene nos grupos escolares de Curitiba, no período entre 1917 e 1932, evidenciando as relações entre escolarização e higiene, a concepção da disciplina, seus conteúdos e as motivações de seus propositores para sua criação. Além disso, buscou-se investigar o tempo destinado a essa disciplina entre as práticas escolares, bem como a estrutura interna da Higiene e seus conteúdos específicos, partindo das noções de cultura escolar e história das disciplinas escolares. O recorte temporal foi definido pelo primeiro programa intitulado "Programma do Grupo Escolar Modelo e similares", no qual encontra-se a disciplina com a denominação "Hygiene", no Decreto 420 de 19 de Junho de 1917. A data delimitadora desse recorte é a aprovação do Regimento Interno dos grupos escolares do Estado do Paraná, pelo Decreto 1874 de 29 de Julho de 1932. Foram encontrados, nesse período, eventos importantes nos quais a inserção dos preceitos higiênicos nas escolas aparece com grande ênfase. São eles: Congresso de Ensino Primário e Normal (1926); I Conferência Nacional de Educação (1927); I-V Congressos Brasileiros de Hygiene (1923-1929). Para a investigação, foram utilizados os relatórios de Instrução Pública e de Saúde Pública, os programas de ensino, os regulamentos de Instrução Pública, as teses dos eventos citados anteriormente e parte das publicações da revista O Ensino. Essas fontes foram reunidas por meio dos acervos do Círculo de Estudos Bandeirantes (CEB), Departamento Estadual do Arquivo Público do Paraná (DEAP), Divisão de Documentação Paranaense da Biblioteca Pública do Paraná (DDP-BPP), Memorial Lysimaco Ferreira da Costa e a Biblioteca de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (BSP-USP). Para cumprir os objetivos propostos, estruturou-se o texto em três capítulos. O primeiro deles identifica os discursos sobre a inserção dos saberes relacionados à Medicina no ambiente escolar, localizando a circulação das idéias médicas sobre a educação no Brasil e o lugar delas no Estado do Paraná. No segundo procurou-se discorrer sobre as preocupações referentes às construções dos prédios escolares; a discussão dos tempos e espaços escolares que assumiram papel relevante com o advento dos grupos escolares; e a higiene como lugar da educação do corpo dos escolares. Por último, o terceiro capítulo delimitou as relações entre escola, currículo e Higiene como uma disciplina específica, buscando apresentar sua configuração e suas principais características. No decorrer da pesquisa, foi possível observar as diferentes terminologias que a higiene escolar apresentou tanto no período anterior a 1917, quanto como disciplina escolar. Isso porque foram atribuídos múltiplos sentidos à higiene, principalmente para a educação, encontrando uma variedade de confluências com outras idéias e saberes e, por isso mesmo, apresentando diferentes formas e lugares. No período estudado, ações como as reformas de ensino, as freqüentes discussões sobre a salubridade dos espaços escolares e a higiene pessoal dos alunos, a ascensão do movimento sanitarista e a profusão das idéias médicas a partir de outros meios, como periódicos e eventos, proporcionaram alguns desdobramentos em relação à higiene. A criação da disciplina escolar Higiene e do serviço de Inspeção Médicoescolar foram, sem dúvida, parte importante desse movimento.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work investigated, on a historical view, Hygiene as school discipline in Curitiba's school groups between 1917 and 1932, showing up relations between schooling and hygiene, this subject conception, its branches of knowledge, and its creation promoters motivations. Furthermore, this work investigated time gave to this subject among other school practices, as well as internal structure of Hygiene and its specific branches of knowledge, beginning with notions of school culture and history of school subjects. As beginning historical landmark it considered the first program in which there is a subject denominated Hygiene, called "Model School Group and similar ones Program ", ruled by 420 decree of June 19th,1917. The ending landmark is the approval of Internal Regiment of School Groups of Paraná State, ruled by 1874 decree from July 29th, 1932. During this period it identified major events that revealed wide emphasis on school hygienic matter insertion. These events are: Grammar and High School Congress (1926); First National Education Conference (1927); I-Vth Hygiene Brazilian Congresses (1923-1929). This research focused Public Instruction and Public Health reportes, Teaching Programs, Public Instruction regulations, thesis of the mentioned events, and some issues from O ensino review. These sources were collected from Círculo de Estudos Bandeirantes (CEB), Departamento Estadual do Arquivo Público do Paraná (DEAP), Divisão de Documentação Paranaense da Biblioteca Pública do Paraná (DDP-BPP), Lysimaco Ferreira da Costa Memorial and Biblioteca de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (BSP-USP). In order to follow the proposal, the text is structured on three chapters. The first of them identifies discourses about insertion of Medical knowledge in school environment, focusing circulation of medical ideas about education in Brazil and their space in Paraná's state. The second chapter analyses worries related to school building construction, and discussions about school timing and space, which played relevant role in School groups advent, and also hygiene as a space of student bodies education. At last, the third chapter focuses relations among school, curriculum and Hygiene as an specific subject, intending to present its configuration and its main characteristics. During research, it was possible to realize the different terminologies that the school hygiene show in such a way before 1917 and, also, as it a pertain school subject. This because they had been attributed multiple senses to the hygiene, mainly for the education matter, finding a variety of confluences, with new ideas and knowledge, and, therefore, presenting different forms and places. In the period that has been study, actions as the education reforms, frequent quarrels about the salubrity of school spaces, and the personal hygiene of the students, the ascension of the sanitary movement and the profusion of medical ideas from other ways - like periodics and events-, had provide unfoldings in to the hygiene matter. The creation of the school subject Hygiene and the medical inspection services, was, without a doubt, a important part of this movement.pt_BR
dc.format.extent147 f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDisciplina escolarpt_BR
dc.subjectEducação - Curitiba (PR) - História - 1917-1932pt_BR
dc.subjectEstudantes - Saúde e higienept_BR
dc.subjectHigiene escolarpt_BR
dc.subjectDissertações - Educaçãopt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleA higiene nos grupos escolares curitibanos : fragmentos da história de uma disciplina escolar (1917-1932)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record