Mostrar registro simples

dc.contributor.authorMilani, Jaçanan Eloisa de Freitaspt_BR
dc.contributor.otherRoderjan Carlos Vellozo, 1952-pt_BR
dc.contributor.otherKersten, Rodrigo de Andradept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-08-30T17:21:04Z
dc.date.available2013-08-30T17:21:04Z
dc.date.issued2013-08-30
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/31915
dc.description.abstractResumo: O objetivo deste estudo foi avaliar o comportamento fenológico de seis espécies arbóreas, sendo quatro autóctones -Sebastiania commersoniana, Blepharocalyx salicifolius, Schinus terebinthifolius eAllophylus edulis,e duas alóctones - Hovenia dulcis e Ligustrum lucidum, em um Fragmento de Floresta Ombrófila Mista Aluvial no município de Araucária - PR. A obtenção dos dados fenológicos foi realizada ao longo de 33 meses em campanhas mensais. As observações fenológicas dos indivíduos selecionados de cada espécie consistiram em obter informações vegetativas (queda foliar, folhas maduras ebrotação) e reprodutivas (botão, antese, fruto verde e fruto maduro), utilizando o Índice de Atividade (ausência ou presença). Foram realizadas análises de correlação de Spearman entre as fenofases eas variáveis meteorológicasdo período estudado. Os resultados foram discutidos relacionando oseventos fenológicos com o fotoperíodo, temperatura e precipitação. As espécies manifestaram suas fenofases em períodos coincidentes. A queda foliar e a brotação ocorreram simultaneamente nas espécies estudadas, quando todas apresentaram um comportamento típico de espécies perenes,com renovação de folhas ocorrendo anualmente, exceto para Hovenia dulcis, a única espécie decídua do estudo. Registrou-se dois períodos reprodutivos para S. commersoniana de dossel e apenas um para os indivíduos de sub-bosque, ressaltando as diferença entre indivíduos da mesma espécie em função da posição que ocupam na estrutura vertical da floresta.A existência de variações quanto ao período de início e duração de cada fenofase pode ser em sua maioria explicadas por diferenças das condições meteorológicasem cada ano, apesar do ambiente ser considerado de baixa sazonalidade climática. As correlações obtidas indicam que as variáveis que melhor se correlacionaram foram o fotoperíodo e as temperaturas; a precipitação foi a variável que menos se correlacionou.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectDissertaçõespt_BR
dc.titleComportamento fenológico de espécies arbóreas em um fragmento de floresta ombrófila mista aluvial, Araucária, PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples