Mostrar registro simples

dc.contributor.authorValduga, Maria Izabel Ribaspt_BR
dc.contributor.otherMontiani-Ferreira, Fabianopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Veterináriaspt_BR
dc.date.accessioned2013-02-26T17:44:27Z
dc.date.available2013-02-26T17:44:27Z
dc.date.issued2013-02-26
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29002
dc.description.abstractResumo: O desenvolvimento das ciências médicas proporcionou ao homem maior expectativa de vida. Observamos nas últimas décadas uma busca constante por condições que possam aliar qualidade de vida a esta longevidade. Os animais de estimação estão inseridos neste contexto, pois ocupam um espaço diferenciado na sociedade, sendo muitas vezes considerados como um membro da família. A medicina veterinária acompanha esta evolução, amplia sua área de pesquisa e conhecimento, oferecendo possibilidades para que os animais compartilhem das condições familiares nas quais estão integrados, e tende para a especialização das áreas de conhecimento. Neste contexto, em virtude da alta ocorrência de doenças orais em cães e gatos, podendo chegar a mais de 85% da população adulta, observa-se uma procura cada vez maior por serviços de odontologia veterinária. Esta especialidade deve integrar-se a outras, uma vez que as afecções orais podem estar relacionadas com outros sistemas orgânicos. Entre os sistemas possivelmente afetados por doenças do sistema estomatognático destaca-se o oftálmico, em virtude da proximidade das raízes dentárias maxilares aos tecidos periorbitais, formato específico do crânio de determinadas raças felinas e/ou caninas e o compartilhamento de estruturas ósseas, de irrigação e tecidos moles entre ambos os sistemas. As doenças oftálmicas também são muito comuns em cães e gatos e observa-se que, quando estas ocorrem concomitante a um problema odontológico, tais afecções são comumente mal diagnosticadas em relação a sua causa primária e, consequentemente, tratadas inapropriadamente. O objetivo deste trabalho é ampliar a investigação e discussão sobre a relação entre enfermidade oral e suas possíveis manifestações e/ou complicações oftálmicas, visando contribuir para o correto diagnóstico e tratamento das mesmas. Constitui-se por 3 capítulos: uma pesquisa realizada entre médicos, médicos veterinários e cirurgiões dentistas sobre o conhecimento e casuística das oftalmopatias odontogênicas, levando em consideração a possibilidade de relação entre estas afecções; um teste comparativo entre 3 produtos para avaliar efeitos referentes a cromodacriorréia e gengivite, duas afecções de alta incidência entre cães de pequeno porte, e um relato de caso sobre manifestações faciais da doença periodontal em cão.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectOftalmologia veterinariapt_BR
dc.subjectOdontologia veterinariapt_BR
dc.titleManifestações oftálmicas de doenças do sistema estomatognático em cãespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Arquivos deste item

Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples